Na década de 1980, o cenário do milho safrinha no Brasil era pouco representativo, associado a baixas produtividades. No entanto, nos últimos anos grandes avanços técnico-científicos foram alcançados, e o milho safrinha tornou-se uma das culturas com maior evolução em produtividade e expansão de área cultivada no Brasil.

Atualmente, o grão é cultivado em mais de 7 milhões de hectares, com produtividade média de 4.500 kg ha-1 e, na região Centro-Oeste, representa 79% do milho produzido, contribuindo com 47% da produção nacional. O milho safrinha é a segunda espécie em produção de grãos que é utilizada na alimentação humana, de animais e também destinada à exportação. A expansão da cultura e sua importância para a economia do País apontam a necessidade de constantes estudos, debates e divulgação de resultados sobre os aspectos da produção.

Neste cenário, o Seminário Nacional de Milho Safrinha é o principal fórum técnico-científico sobre a cultura realizado no Brasil e tem contribuído para o avanço na fronteira do conhecimento, além de proporcionar a oportunidade de diálogos e divulgação de resultados, novos estudos, tecnologias e conhecimento.

O Seminário contará com abordagens nas mais diversas áreas de conhecimento, de forma multidisciplinar e interdisciplinar. Entre os temas, serão debatidos o cenário econômico da cultura, a situação da produção de milho safrinha no Brasil, os aspectos relacionados à ecofisiologia das plantas, tratos culturais da lavoura, a fitossanidade e a inclusão do milho safrinha nos sistemas integrados de produção. Esperamos que o evento proporcione acesso ao conhecimento gerado nos meios acadêmico e científico; debates sobre problemas e dificuldades técnicas e de apoio à cultura do milho safrinha; integração e motivação dos atores envolvidos na temática, dando continuidade à pesquisa, divulgação e sustentabilidade aos sistemas de produção com cultivo de milho safrinha.

Comissão Organizadora


Públicos-alvo: pesquisadores, professores, técnicos, produtores e profissionais ligados à cultura do milho safrinha.

Histórico

A primeira edição do Seminário Sobre a Cultura do Milho Safrinha foi em 1993, sob a liderança do Instituto Agronômico de Campinas (IAC), em Assis, SP. Em 1999, a realização do evento foi em Barretos, SP. A partir de 2001, o Seminário passou a ser promovido pela Associação Brasileira de Milho e Sorgo (ABMS) e realizado por instituições regionais. Em 2001, foi realizado em Londrina, PR; em 2003, em Rio Verde, GO; em 2005, em Assis, SP; em 2007, em Dourados, MS; em 2009, em Rio Verde, GO; em 2011, em Lucas do Rio Verde, MT; e em 2013, em sua décima segunda edição, o Seminário volta a ser realizado em Dourados, MS.